Sonhar: se aprenda na escola!

Projeto educacional sobre livro da Turma da Mônica Jovem envolve responsabilidade social e análise de textos multimodais

Texto: Ana Rosa Vilches | Fotos: Divulgação | Adaptação Web: Rodrigo Sodré

Quem não tem boas lembranças com a Turma da Mônica?

Agora, muitos estudantes aprenderão com os amigos Mônica, Cebola, Magali e Cascão a identificar os sonhos das pessoas do seu bairro e desenvolver soluções para desafios apresentados em diferentes mídias. O projeto é resultado da parceria entre Mauricio de Souza e Reinaldo Domingos, escritor e educador financeiro. Juntos, eles lançaram a obra Turma da Mônica Jovem – Sem Sonhos (Editora DSOP e Editora Mauricio de Sousa), primeiro livro de uma série. Com base nesta obra, estruturamos um projeto educacional para alunos com idades entre 11 e 14 anos, que os leva a desenvolver competências essenciais em um mundo com excesso de informações, como o senso crítico, a responsabilidade social e a atitude pesquisadora.

Nova forma de “ler” o mundo

O projeto educacional 100 Sonhos do Meu Bairro leva ao entendimento da importância de conquistar sonhos e trabalha a compreensão de textos multimodais, vindos de diversas plataformas. Vejamos um exemplo: desde que você acordou até este exato momento, teve acesso a quantos textos? Refiro-me a textos enquanto conjuntos de frases e palavras que transmitam uma mensagem e permitam interpretação.

Não conseguimos contabilizar quantos textos chegam até nós no decorrer de um único dia. E grande parte deles não são somente textos, mas sim hipertextos: textos, fotos, vídeos e links que direcionam para outros links. Bem como os compartilhamentos nas redes sociais, os hipertextos conferem ao leitor o poder de direcionar a sua leitura, de acordo com o seu interesse.

Saiba mais sobre o projeto na nova edição da Conhecimento Prático Língua Portuguesa.