Colégios de elite avançam no país

Escolas tradicionais apresentam um novo conceito, com aulas de inglês para quase todas as disciplinas

Por Redação* | Adaptação web Renê Saba

Pagar uma mensalidade em torno de R$10 mil tem sido uma das grandes novidades na área de educação. Organizações de educação, como o Avenues São Paulo e a Concept, com unidades em São Paulo, Ribeirão Preto e Salvador, apresentam um novo conceito, com aulas em inglês para quase todas as disciplinas, currículos internacionais e a promessa de formar líderes aptos a frequentarem as melhores universidades do mundo.

Saiba quais as diferenças entre os 4 “porquês”

A novidade vai na contramão da grande maioria de escolas particulares, que tiveram de reajustar preços “para baixo” para não perder alunos para o ensino público, com muitas delas fechando as portas devido à inadimplência.

Saiba mais sobre a linguagem do funk

E a procura pelos colégios de elite é grande: há lista de espera por matrículas que ultrapassam os 700 alunos em algumas delas. O modelo é o americano e está provocando uma verdadeira dança das cadeiras em diversos colégios tradicionais, envolvendo headhunters e salários bem acima da média.

Para ler esse texto na íntegra, compre a revista Conhecimento Prático Língua Portuguesa – Ed.70